Apareça bem no mercado com os portais de relacionamento profissional

Os portais de relacionamento, ou redes sociais, se tornaram uma febre na Internet. Basta observar a quantidade de usuários do Orkut, Gazzag ou MySpace.

Enquanto a maioria delas tem um objetivo de aumentar o circulo de amizades, outros tem um cunho profissional e pode ajudar a criar o seu networking. Assunto importante e enfatizado pela grande maioria dos consultores de carreira existentes.

Através destes portais você pode incrementar sua rede de contatos, melhorar sua projeção dentro da empresa onde você atua e até conseguir novas colocações.

Mas o que são estes portais? São comunidades com o objetivo de estabelecer relacionamentos profissionais entre pessoas mesmo que distantes. Como atualmente a mobilidade profissional é grande eles nos ajudam a manter contato, mesmo com colegas que mudaram de emprego e empresa.

Na maioria dos casos os portais são gratuitos como o mais famoso deles, o LinkedIn (http://www.linkedin.com/), de longe um dos mais respeitados. Basta fazer acesso ao site, criar seu login e preencher o perfil profissional.

E depois o que fazer? A partir disto é começar a cultivar seus contatos e expandir seu circulo de relacionamento. Para você ter uma relação efetiva, é preciso energia e tempo.

Não se esqueça de manter seus dados do perfil atualizados. Coloque datas e nomes da empresa corretamente para não levantar dúvidas que possam te excluir de um processo seletivo. Escolha e informe, junto de seus dados, várias palavras chaves sobre seus conhecimentos, assim você será encontrado facilmente nas pesquisas.

E será que funcionam? Eu mesmo tenho vários exemplos de amigos que encontraram novas colocações através de portais como este. Atualmente muitos profissionais de recrutamento já admitem que os portais de relacionamento profissional se tornaram sua segunda fonte de referências, só perdendo para os bancos de currículos.

Tenha cuidado para não divulgar informações pessoais de forma indiscriminada. Para o recrutamento isto não é necessário pois podem ser obtidas no ato da entrevista.

Um ponto importante: não se deve entrar em uma rede profissional como interesse apenas de buscar novas oportunidades assim como quem entra no Orkut não está desesperado por novos amigos. Use a rede para fazer seu networking mas tenha certeza que isto leva tempo.

Ou Seja.. não deixe para correr atrás apenas quando perder o emprego.

Lembre-se de que as redes profissionais atuam como uma vitrine, onde o usuário pode contar sua experiência, apresentar projetos e enfatizar suas melhores qualidades.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Professor do IFES e coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense.. Coordenador do Cisco Academy Support Center Ifes-ASC. Instrutor da Academia Cisco. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor da EMERJ - Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro no Curso de Aperfeiçoamento de Magistrados – Cibercrimes. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA - High Technology Crime Investigation Association. Membro do Comitê Técnico CB21/CE27 - Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas técnicas). Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Comentarista de Tecnologia da CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

2 Comentários

  1. nuno almeida

    Ótimo contiudo gostei muito

    Parabéns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge