Cartilha para se proteger dos Vírus

É cada vez maior os tipos e variedades dos Códigos maliciosos ou também conhecidos como malwares. Estes programas são especificamente desenvolvidos para executar ações danosas e atividades maliciosas em um computador como a exploração de vulnerabilidades, acesso a páginas Web infectadas, execução de arquivos previamente alterados ou roubo de informações privadas.

Quando ativos estes códigos maliciosos podem acessar a qualquer informação armazenada no computador e podem executar ações em nome de quem usa o micro.

Por trás deste ataque está o objetivo de obtenção de vantagens financeiras, a coleta de informações confidenciais, o desejo de autopromoção e o vandalismo. Estes códigos maliciosos também possibilitam a prática de golpes em terceiros, a realização de ataques e a disseminação de spam (aquelas mensagens não solicitadas).

Dentre os códigos maliciosos mais comuns temos os Vírus (programa ou parte de um programa de computador que se propaga inserindo cópias de si mesmo e se tornando parte de outros programas e arquivos), Worms (programa capaz de se propagar automaticamente pelas redes, enviando cópias de si mesmo de computador para computador), os Bots (programa que dispõe de mecanismos de comunicação com o invasor que permitem que ele seja controlado remotamente), os Spywares (programa projetado para monitorar as atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros) e os Cavalos de Tróia ( programa que, além de executar as funções para as quais foi aparentemente projetado, também executa outras funções, normalmente maliciosas, e sem o conhecimento do usuário).

Para ajudar a termos uma navegação mais segura o CERT (um órgão do CGI.BR – entidade que administra a internet no Brasil) acaba de disponibilizar uma cartilha com dicas de segurança como algumas que relaciono a seguir.

Sempre Instale e mantenha atualizados mecanismos de segurança como antivírus e um firewall. Procure realizar esta ação antes da instalação de qualquer outro aplicativo.

Mantenha o sistema operacional e aplicativos instalados no seu dispositivo atualizados com todas as correções aplicadas.

Nunca siga endereços de sites ou abra arquivos recebidos via mensagens eletrônicas e redes sociais.

Ao instalar aplicativos sempre o faça a partir dos discos originais ou baixe diretamente dos sites dos fabricantes oficiais. É sempre bom olhar as opiniões dos outros usuários sobre o aplicativo antes de instalá-lo.

Ao escolher suas senhas escolha opções com mais de 7 posições alfanuméricas e ao usar redes Wi-Fi públicas seja cuidadoso com os sites por onde você navega.

Para consultar o conteúdo completo da planilha acesse o endereço http://cartilha.cert.br/malware/.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do ES - IFES. Consultor e Pesquisador nas áreas de Segurança Digital e Computação Forense. Coordenador do Laboratório de Segurança Digital e Perícia Computacional Forense – LABSEG. Integrante do Comitê de Tecnologia da OAB-ES. Instrutor na disciplina de Perícia Computacional Forense da Academia de Polícia Civil do ES – ACADEPOL. Instrutor da Academia de Computação Forense Livre. Membro do comitê técnico CB21/CE27 da ABNT sobre Segurança da Informação. Membro do Grupo de Pesquisa – Justiça e Direito Eletrônicos – GEDEL. Comentarista de Tecnologia da Rádio CBN, TV Gazeta. Articulista do Jornal A Gazeta, Revista ES Brasil e Portal iMasters. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet e Processo Judicial Eletrônico.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge