Celulares Xing Ling serão bloqueados pelas operadoras

O bloqueio de celulares não homologados pela Anatel ou falsos está em discussão a bastante tempo mas agora parece que a ação vai mesmo entrar em vigor. A Anatel decidiu que eles seão mesmos bloqueados.

E como saber se o seu celular vai ser bloqueado? A chave está no IMEI (International Mobile Equipment Identity), um número de 15 dígitos que fornece uma identificação para a marca, modelo e origem do aparelho. Para saber qual o IMEI do seu celular vá no aplicativo de telefone e digite *#06# e o número será exibido.

O que será bloqueado? Quando uma empresa fabrica smartphones ela precisa registrar os IMEIs dos aparelhos junto a GSMA (GSM Association é um órgão comercial que representa os interesses dos operadores móveis em todo o mundo). No entanto os celulares “xing-ling” de marcas pouco conhecidas (ou mesmo sem marca) não passam pelo processo, apresentando um IMEI duplicado ou inválido. Estes aparelhos é que estão, inicialmente, na mira da Anatel.

E como vai acontecer? A partir de 30 de junho os aparelhos que possuem IMEIs duplicados, falsos ou inválidos receberão mensagens de texto da operadora alertando sobre a situação do dispositivo. Depois de 75 dias de recebido esta mensagem eles serão definitivamente desconectados da rede de telefonia celular do Brasil.

E se eu comprei meu celular no exterior ou de marcas que não existem no Brasil ele também será bloqueado? Celulares com IMEI válido, mesmo que não tenham sido homologados pela Anatel, não serão bloqueados. Assim, mesmo que seu celular seja de marcas que não possuam presença no Brasil (como por exemplo HTC, Huawei ou Xiaomi ) mas que registraram corretamente os IMEIs na GSMA ele vai continuar funcionando.

O bloqueio dos celulares falsos, apesar de aborrecer alguns usuários, é uma boa iniciativa. Ela protege os consumidores de aparelhos que não foram fabricados dentro da norma (e podem inclusive expor os usuários a riscos a saúde) como também evita que estes smartphones gerem falhas que atrapalhem o funcionamento das redes de celular.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Professor do IFES e coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense.. Coordenador do Cisco Academy Support Center Ifes-ASC. Instrutor da Academia Cisco. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor da EMERJ - Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro no Curso de Aperfeiçoamento de Magistrados – Cibercrimes. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA - High Technology Crime Investigation Association. Membro do Comitê Técnico CB21/CE27 - Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas técnicas). Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Comentarista de Tecnologia da CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge