Como proteger e recuperar seus arquivos

Você perdeu alguma informação digital gravada em um Disco rígido outro dispositivo de armazenamento? Se este foi seu caso ou conhece alguém que passou por este problema o artigo de hoje é para você.

Cada vez mais o mundo digital faz parte de nossa vida. Para dar alguns exemplos, documentos, fotos e músicas que antes eram algo real e concreto passaram para o domínio virtual. Desta forma, o que guardávamos em caixas, gavetas, cofres e pastas agora vão para o disco rígido, cartões de memória e Pen-drives. A partir disto todas estas informações correm o risco de serem perdidas por falhas de hardware ou remoção indevida.

No caso dos Pen-drives, não podemos fazer muita coisa em relação a perda física deste acessório, normalmenterecheadode informações. Mas podemos nos proteger para que quem o achar não tenha acesso as informações ali armazenadas. Dois bons utilitários para isto são o Folder Guard (http://www.winability.com/) e o Password Protect (http://www.password-protect-software.com/). Estas ferramentas criptografam os dados gravados, e estes podem ser acessados mediante a digitação de uma senha.

Os Discos rígidos são hoje os locais de maior capacidade de armazenamento que dispomos e quando um deles apresenta problemas a dor de cabeça pode ser grande. Um dia você liga o computador e descobre que os arquivos não estão mais lá. Se você tem o backup dos dados rigorosamente em dia ótimo, você é um felizardo precavido. Mas se esta não é a sua situação o utilitário Recuva (https://www.piriform.com/recuva) pode tentar recuperar os dados gravados. Se a falha no Disco rígido é decorrente de algum problema físico ou eletrônico, existem empresas especializadas neste tipo de recuperação.

Se as informações perdidas foram as fotos que estavam no cartão de memória da sua última viagem, do aniversário da sua filha ou de um acontecimento importante isto também pode ter solução. Para este tipo de problema a Convar desenvolveu o PC Inspector Smart Recovery (http://www.pcinspector.de). Este utilitário procura recuperar as fotos mesmo que você tenha apagado ou formatado o cartão de memória de forma não intencional. O importante é não ter gravado nenhuma outra informação (ou foto) no dispositivo de memória.

Lembre-se que nenhuma destas ferramentas oferecem 100% de garantia. Assim o bom mesmo é manter cópias de backup (segurança) das suas informações mais importantes. Para isto você pode utilizar de CDs/DVDs ou um outro disco rígido.

Como diz aquela antiga fraseseguro morreu de velho, então, faça backup.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Professor do IFES e coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense.. Coordenador do Cisco Academy Support Center Ifes-ASC. Instrutor da Academia Cisco. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor da EMERJ - Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro no Curso de Aperfeiçoamento de Magistrados – Cibercrimes. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA - High Technology Crime Investigation Association. Membro do Comitê Técnico CB21/CE27 - Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas técnicas). Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Comentarista de Tecnologia da CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge