Informações protegidas no seu computador – Parte I

Informações protegidas no seu computador

Que a Segurança da Informação é algo fundamental nos dias de hoje ninguém mais duvida. Já abordei, aqui na coluna, muitas ferramentas sobre como aumentar a proteção de suas informações quando em trânsito pela Internet.

Com o aumento na capacidade dos pen-drives e a popularização dos notebooks conseguimos carregar uma quantidade cada vez maior de informações por onde vamos.

Por um lado esta situação é muito boa pois permite o acesso rápido a textos, planilhas e figuras em qualquer lugar. Infelizmente nem tudo faz parte da solução. Você já pensou e se o notebook for roubado? O que fazer para proteger as informações sigilosas ali armazenadas? Lembre-se, muitas vezes a informação no HD vale muito mais do que o hardware onde ela está armazenada.

Quem ainda não possui um notebook ou guarda suas informações em um pen-drive pode estar pensando: então este texto não é para mim. Não tão rápido. Os dados armazenados no seu desktop também podem ser sigilosos e como fazer para protegê-los quando você não está próximo ao seu computador? Um exemplo, quando você, por algum motivo, envia seu micro para a manutenção, como cuidar das informações ali armazenadas? Nada contra as assistências técnicas mas você deve tomar cuidado com sua privacidade.

Para solucionar este problema uma série de ferramentas já estão disponíveis com o objetivo de criptografar as informações armazenadas no HD.

A primeira é chamada TrueCrypt (http://www.truecrypt.org/). Uma opção gratuita para encriptar os dados armazenados no disco rígido de seu computador. Esta ferramenta é compatível com os sistemas Windows. Para quem é usuário do GNU/Linux ou do MAC não precisa ficar preocupado pois o TrueCrypt também possui versões compatíveis para estes sistemas operacionais.

E como utilizá-lo? Visite o site, faça o download do aplicativo, descompacte e execute o instalador. Após este passo você agora deve criar uma área encriptada no disco (um arquivo). Com a área criada vem a parte mais interessante. Através do TrueCrypt você vai associar este arquivo a letra de um disco virtual (por exemplo o disco P). Assim, quando você gravar alguma coisa dentro deste disco, na verdade estará armazenando estas informações de forma criptografada dentro do HD.

Um recurso muito útil é a possibilidade de armazenar este arquivo criptografado em um Pen-drive. Desta forma, você pode guardar de forma segura suas informações nestes dispositivos portáteis. Caso este seja roubado ou perdido, ainda assim suas informações estarão protegidas.

Agora você pode aumentar a segurança das informações armazenadas no seu computador.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do ES - IFES. Consultor e Pesquisador nas áreas de Segurança Digital e Computação Forense. Coordenador do Laboratório de Segurança Digital e Perícia Computacional Forense – LABSEG. Integrante do Comitê de Tecnologia da OAB-ES. Instrutor na disciplina de Perícia Computacional Forense da Academia de Polícia Civil do ES – ACADEPOL. Instrutor da Academia de Computação Forense Livre. Membro do comitê técnico CB21/CE27 da ABNT sobre Segurança da Informação. Membro do Grupo de Pesquisa – Justiça e Direito Eletrônicos – GEDEL. Comentarista de Tecnologia da Rádio CBN, TV Gazeta. Articulista do Jornal A Gazeta, Revista ES Brasil e Portal iMasters. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet e Processo Judicial Eletrônico.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge