LG Optimus: O primeiro smartphone 3D

A tecnologia 3D chamou a atenção do público, saiu das telas de cinema e chegou aos Televisores. Muitos destes aparelhos, junto com os tocadores de BluRay 3D foram fabricados e vendidos no mercado. O problema, que desanimou vários consumidores, estava na necessidade do uso dos pesados óculos para a visualização correta do efeito tridimensional.

Alguns consoles de games apresentaram telas de 3D que não precisam destes óculos especiais mas a qualidade da imagem era apenas razoável. Pois a LG veio demonstrar com seu smartphone LG Optimus que esta tecnologia está madura e pronta para ser utilizada.

O Optimus mede 12,8 x 6,8 cm, com 12 mm de espessura e peso de 168 gramas, o que não é exatamente um smartphone pequeno para os dias de hoje. Mas enorme tela de 4.3 polegadas com alta qualidade ( 480 x 800 pixels ) e brilho compensa, em parte, o seu tamanho.

O design é agradável com cantos arredondados. Na frente temos 4 botões sensíveis ao toque. Na parte posterior está a câmera e um pequeno flash. O smartphone possui uma conexão HDMI (na lateral) para a ligação do aparelho com uma TV de alta definição, de preferência também 3D.

O sistema operacional que equipa o smartphone é o Android 2,2 (mas a LG promete atualização gratuita para o 2.3 em breve). Ele vem equipado com um processador dual-core (de 1GHz) e 512 MBytes de RAM. Nos testes o Optimus se apresentou bastante rápido nas repostas e execução dos aplicativos.

Para quem pretende armazenar muitas fotos, vídeos e textos vai gostar em saber que a memória interna é de 8 GBytes e pode ser expandida através de cartões microSD. O aparelho possui três câmeras: duas traseiras de 5 MPixels (isto mesmo duas câmeras para possibilitar o registro de fotos e filmes em 3D) e uma frontal para videochamadas.

A tecnologia do display 3D do Optimus é conhecida como “barreira paralaxe”. Para cada cena em 3D a tela mostra duas imagens diferentes, uma para cada olho, ao mesmo tempo. Nosso cérebro faz o trabalho de “fundir” as duas imagens em uma só gerando a sensação de profundidade. Para que o efeito funcione o aparelho precisa estar “deitado” (modo paisagem) e você precisa olhar diretamente para a tela. Quem estiver olhando a tela de lado só irá enxergar uma imagem em 2D.

Para todos que mostrei o celular com vídeos em 3D o resultado foi o mesmo, um grande sorriso no rosto e várias expressões de surpresa com as imagens. Elas são realmente impressionantes. Após assistir aos vídeos o comentário a seguir sempre era, imagine isto em uma tela de TV. Tenho que admitir que espero ansiosamente a chegada desta tecnologia a telona. Tenho certeza que será um divisor de águas para as TVs.

O recurso 3D também foi muito bem aproveitado em jogos que já vem instalados no aparelho. Até quem não gosta deste tipo de aplicativo vai se divertir.

Uma pergunta muito comum é se após alguns minutos assistindo a vídeos ou jogando em 3D surgem sintomas de tontura ou enjoo. Pois nenhum destes sinais foram notados por várias pessoas que usaram o Optimus.

Durante os testes a única coisa que deixou a desejar foi a duração da bateria. Em uso contínuo ela durou poucas horas, bem abaixo do encontrado em outros aparelhos. Quem é um ávido usuário do telefone provavelmente terá que recarregá-la antes do dia acabar.

O LG Optimus 3D é realmente um smartphone inovador e cumpre o que promete em relação as imagens 3D, mas não é um aparelho barato. Seu preço de tabela, sem os descontos das operadoras, é de aproximadamente R$ 2.000,00.

Se você quer se divertir com o efeito 3D no aparelho ou em TVs que apresentem este recurso o LG Optimus é um smartphone para você.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Professor do IFES e coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense.. Coordenador do Cisco Academy Support Center Ifes-ASC. Instrutor da Academia Cisco. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor da EMERJ - Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro no Curso de Aperfeiçoamento de Magistrados – Cibercrimes. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA - High Technology Crime Investigation Association. Membro do Comitê Técnico CB21/CE27 - Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas técnicas). Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Comentarista de Tecnologia da CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge