Mantenha a privacidade dos seus arquivos

Nestes tempos de máquinas de uso compartilhado e equipamentos descartados (o chamado lixo tecnológico) corremos o risco de outras pessoas terem acesso a nossos arquivos e a informações confidenciais.

Muitos usuários imaginam que o fato de remover o arquivo do disco já é suficiente para impedir que outras pessoas tenham acesso a estas informações. Infelizmente não.

Quando você solicita ao Windows que apague seu arquivo este é, na verdade, movido para uma pasta chamada “Lixeira” (“Recycle Bin”) onde uma cópia é mantida por algum tempo. Caso você se arrependa, a cópia do arquivo excluído pode ser “ressuscitada”.

A possibilidade de recuperação é muito interessante mas causa uma falha na segurança, já que arquivos apagados corretamente podem ser recuperados indevidamente. Bastaria entrar na pasta “Lixeira” e também apagar o arquivo de lá, certo?. Oopss… não tão rápido.

Na exclusão, o que o Windows faz é retirar o nome do arquivo do diretório e liberar as áreas ocupadas no disco. As informações contidas nos arquivos ainda continuam no disco, ou seja, o Windows não limpa o espaço ocupado pelo arquivo. Ele faz isto para economizar tempo. Imagine só se, para apagar um arquivo muito grande, ele precisasse sobrescrever todas as informações com zeros!

Similar ao citado anteriormente, os utilitários de formatação de disco também não apagam as informações gravadas. Limitam-se apenas a limpar o nome dos arquivos dos diretórios. Isso permite, com o uso de ferramentas adequadas, recuperar os arquivos, mesmo após a formatação de um disco.

Hoje já existem diversos aplicativos, com download gratuito através da Internet, que não necessitam de prática ou habilidade para recuperação de arquivos e informações em HDs que foram formatados. Assim todo cuidado é pouco.

Para dificultar o acesso as informações “descartadas” você deve gravar novas informações sobre as existentes no HD. Se esta é a sua necessidade você pode utilizar o Disk Wipe (http://www.diskwipe.org/) ou o Secure Wipe (http://www.softpedia.com/progDownload/Secure-Wipe-Download-180632.html), dois utilitários gratuitos para apagar e sobre escrever as informações existentes no HD.

Agora você já pode ter certeza de que apagou realmente um arquivo.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Professor do IFES e coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense.. Coordenador do Cisco Academy Support Center Ifes-ASC. Instrutor da Academia Cisco. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor da EMERJ - Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro no Curso de Aperfeiçoamento de Magistrados – Cibercrimes. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA - High Technology Crime Investigation Association. Membro do Comitê Técnico CB21/CE27 - Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas técnicas). Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Comentarista de Tecnologia da CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

4 Comentários

  1. Bom dia, caro Gilberto Sudré.
    Gosto muito do seu programa e da maneira como o Mario Bonela explora bem o tema para que todos compreendam de forma didática.
    Sou um usuário com pouquíssimas noções de internet, por isso acompanho o programa e voltarei, com prazer, a este seu ótimo “site”
    Parabéns!

    • Olá Fernando. Legal.. fico feliz que as dicas estão sendo úteis. Muito obrigado pela audiência. Estou a disposição. Um forte abraço.

  2. maristela

    e quanto aos arquivos deletados tradicionalmente, inclusive da lixeira? quais métodos de segurança poderia ser feito no sentido de não serem arquivos recuperáveis? há algum meio?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge