Megapixels x Tamanho do Sensor da Câmera

A relação entre megapixels, tamanho do sensor e qualidade da imagem na escolha de uma câmera sempre é motivo de muitas dúvidas. Para esclarecer este assunto vamos entender como estas características afetam a foto.

Uma imagem digital é formada por pontos também chamados de pixels e é uma crença quase geral de que quanto maior a quantidade de pixels maior a qualidade da imagem mas na realidade não é bem assim.

Em uma câmera digital quem converte a imagem nestes pontos é um item chamado de sensor que recebe a luz que passa pela lente e gera a imagem formada por pontos. Este sensor é na verdade um conjunto de milhões de fotocélulas que captam luz e a transformam em corrente elétrica. Como exemplo, uma câmera de 10 megapixels, possui um sensor com 5 milhões de fotocélulas.

Uma das perguntas mais comuns que recebi foi: gostaria de saber, qual seria o tamanho ideal do sensor e como verificá-lo ao se adquirir uma câmera ou celular?

Realmente existem muitos tamanhos diferentes e o tamanho ideal depende do tipo de foto que você deseja fazer e da qualidade esperada.

Em comparação com os antigos filmes de 35mm existem câmeras que possuem sensores do mesmo tamanho de um “negativo” de um filme. Estes são encontrados em câmeras conhecidas como Full Frame consideradas como câmeras profissionais que são normalmente muito caras.

Em câmeras menores encontramos sensores não tão grandes como os Full Frames, os denominados APS-C (23,4 x 15,6 mm) ou o Micro 4/3 (17,3 x 13 mm). Estes também são muito bons para fotos do dia a dia e com a evolução da tecnologia podem apresentar uma qualidade próxima as Full Frame.

As câmeras encontrada nos celulares normalmente tem sensores bem menores o que se traduz em uma qualidade bem pior do que os tamanhos citados anteriormente.

E porque da relação entre o tamanho do sensor e a qualidade da imagem. Vamos considerar Dois sensores de mesmo tamanho sendo um de 8 megapixels e outro de 16 megapixels. Poderíamos imaginar que o sensor de maior megapixels geraria melhores imagens mas na realidade os resultados não são bem assim.

No caso dos 18 megapixels, considerando o mesmo tamanho do sensor, teríamos que “espremer” todas as fotocélulas do que se tivéssemos apenas 8 megapixels o que resultaria em fotocélulas menores e faria com que elas captassem uma quantidade menor de luz, gerando uma quantidade maior de ruído na imagem.

E na escolha de uma câmera como saber o tamanho do sensor? Só olhando nas especificações.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Professor do IFES e coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense.. Coordenador do Cisco Academy Support Center Ifes-ASC. Instrutor da Academia Cisco. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor da EMERJ - Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro no Curso de Aperfeiçoamento de Magistrados – Cibercrimes. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA - High Technology Crime Investigation Association. Membro do Comitê Técnico CB21/CE27 - Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas técnicas). Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Comentarista de Tecnologia da CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge