Mudanças no Facebook Messenger

A função de troca de mensagens entre usuários do Facebook estava integrada ao aplicativo móvel de acesso a rede social.

Desde o ano passado o Facebook criou um aplicativo a parte só para tratar as mensagens, o que desagradou a muitos usuários que gostavam de ter tudo integrado em um só programa.

Agora o Facebook muda novamente o Messenger e o torna uma plataforma completamente independente, deixando de ser apenas um aplicativo de troca de mensagens.

Segundo o Facebook o aplicativo permitirá a criação e compartilhamento de conteúdo sem depender do feed de notícias da rede social.

Não é só isso, os usuários poderão instalar aplicativos dentro do Messenger que permitirão melhorar as conversas dentro do serviço.

A barra inferior do Messenger, onde há hoje ferramentas para fotografar, ou incorporar imagens ou stickers, ganhará uma nova ferramenta que dará acesso a 40 novos aplicativos, que permitem mexer com GIFs, vídeo e áudio diretamente.

Foi criada uma loja oficial de aplicativos, a Messenger App Store, de onde estes programas podem ser baixados e instalados.

A curiosidade é que um aplicativo brasileiro foi o único selecionado da América Latina para estar presente no novo Messenger. O Stayfilm (http://www.stayfilm.com/) é um aplicativo que permite criar vídeos curtos usando fotos e filmagens armazenados no aparelho do usuário. Além de estar presente no serviço de mensagens do Facebook, o Stayfilm também conta com aplicativos para Android, iOS e Windows Phone, além de versão web.

O internauta abre uma conta no site, seleciona nas redes sociais e no computador tudo o que deseja transformar em filme e o stayfilm cuida do resto. Pode ser usado conteúdo de Facebook, Instagram, Flickr e Vimeo. O site filtra tudo com base em uma série de informações que coleta diretamente das redes sociais e produz o filme sozinho.

Também estará disponível no Messenger a plataforma Businesses on Messenger, que propõe que pessoas possam conversar com marcas e empresas por meio do serviço. A ideia é servir como uma espécie de serviço de atendimento ao consumidor.

Muitas mudanças. Agora é testar e acompanhar como será a aceitação das novidades pelos usuários.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Professor e Pesquisador da FAESA – Centro Universitário e IFES - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do ES. Coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense - LABSEG. Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA - High Technology Crime Investigation Association. Liderança do Singularity University - Vitória Chapter. Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Articulista do Jornal A Gazeta. Autor do Blog Conexão Digital. Comentarista de Tecnologia da Rádio CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.