Novidades: comprar ou não comprar?

Somos constantemente bombardeados com anúncios de computadores, celulares, Câmeras Digitais e mais uma quantidade imensa de novidades tecnológicas. Para quem não é do ramo é normal ficar perdido diante de tantas opções.

Como escolher a melhor tecnologia ou acessório? Está na hora de trocar meu equipamento eletrônico. E agora qual comprar? Vamos ver algumas dicas de como estabelecer uma boa convivência com estas novidades, sem jogar dinheiro pela janela.

Primeiro de tudo, se você tem um equipamento, programa ou acessório que atende as suas necessidades, pense muito bem antes de trocá-lo. Qual o real benefício que sua compra vai trazer? Avalie isto e veja se o valor a ser investido realmente vale a pena.

Caso você esteja comprando um novo eletrônico, certifique-se de que a tecnologia ou os recursos oferecidos pelo novo produto serão realmente úteis para você. De nada adianta conseguir um bom preço em um equipamento em que você só irá utilizar 5% de suas características e inovações. Certamente existem alternativas mais baratas que atenderão grande parte de suas necessidades. Lembre-se da regra dos 80/20? Muito provavelmente 80% de suas necessidades serão atendidas por 20% dos recursos do equipamento.

Você pode estar pensando: mas eu gosto das novidades!!! Sem problemas, isto não é um pecado capital. Não fique envergonhado em fazer parte, assim como eu, da turma que não consegue ficar longe de um lançamento. Apenas tenha em mente que, quem compra novidade paga mais caro pois o preço de lançamento é normalmente mais alto. Outro problema comum a estes produtos (em sua primeira versão) é a possibilidade de apresentarem problemas ou bugs em seu funcionamento.

Para aqueles que não estão preocupados com os lançamentos a sugestão é comprar o último modelo “de ontem”, ou seja, procure os modelos que já foram o topo da lista e agora foram substituídos pelas novas tecnologias. Com certeza a relação custo/benefício será bem melhor.

Converse com outras pessoas, leia, pergunte (a coluna de dúvidas está a sua disposição) e veja quais modelos são populares. Um erro muito freqüente é achar que a melhor tecnologia será a mais aceita. Pode-se enumerar uma série de casos em que a melhor tecnologia perdeu de goleada para uma opção mais simples mas que teve uma grande aceitação pelo mercado. Neste caso, o produto vencedor tende a oferecer melhores serviços de suporte, melhor preço (devido a quantidade vendida), mais opções de programas e acessórios.

Lembre-se, quanto mais informações você tiver menor será a chance de você se arrepender depois.

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do ES - IFES. Consultor e Pesquisador nas áreas de Segurança Digital e Computação Forense. Coordenador do Laboratório de Segurança Digital e Perícia Computacional Forense – LABSEG. Integrante do Comitê de Tecnologia da OAB-ES. Instrutor na disciplina de Perícia Computacional Forense da Academia de Polícia Civil do ES – ACADEPOL. Instrutor da Academia de Computação Forense Livre. Membro do comitê técnico CB21/CE27 da ABNT sobre Segurança da Informação. Membro do Grupo de Pesquisa – Justiça e Direito Eletrônicos – GEDEL. Comentarista de Tecnologia da Rádio CBN, TV Gazeta. Articulista do Jornal A Gazeta, Revista ES Brasil e Portal iMasters. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet e Processo Judicial Eletrônico.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge