O 4G chegou: Será que é hora de embarcar nesta tecnologia?

Finalmente a tecnologia de redes de Celular 4G desembarcou no Brasil com o início das vendas de planos pelas operadoras Vivo, Claro, Tim e Oi.

Como já especificado pelo governo somente algumas capitais brasileiras terão o sinal 4G, entre elas São Paulo, Curitiba, Porto Alegre e as seis cidades que vão receber os jogos da Copa das Confederações (Fortaleza, Brasília, Rio de Janeiro, Recife, Salvador e Belo Horizonte). Alguns municípios, como Búzios, Campos do Jordão e Parati também terão suporte ao serviço.

O grande diferencial do 4G em relação a geração anterior (3G) é a taxa de transmissão para o acesso a Internet, que pode chegar a até 100 Mbps. O problema é que o 4G pode atrapalhar mais do que ajudar o mercado.

A primeira questão, que não fica claro nas propagandas das operadoras, é que é preciso comprar um telefone novo para usá-la já que a grande maioria dos aparelhos vendidos no país não suporta esta tecnologia. Alguns exemplos de aparelhos que suportam o 4G são: Motorola Razr HD, Nokia Lumia 920 e Lumia 820, Galaxy S4, Galaxy S III 4G, Sony Xperia ZQ e o tablet Galaxy Note 10.1. Para os aparelhos que foram comprados nos exterior, talvez eles não funcionem no Brasil. Isto porque, a rede 4G no país usará uma faixa de frequência que não é a mesma presente em outros lugares do mundo. Por exemplo os modelos 4G da Apple, como iPhone e iPad, não são compatíveis com a frequência brasileira.

Outra falha na comunicação é que os comerciais não informam que a cobertura do sinal 4G será limitada a apenas uma parte das cidades. Em grande parte dos locais o usuário que pagou pelo 4G estará utilizando a rede 3G como todos os outros assinantes.

O cronograma previsto de instalação do 4G pelo Brasil estabelece dezembro de 2013 como data limite para a disponibilidade nas cidades-sede da Copa do Mundo, maio de 2014 para a chegada desta tecnologia a todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes e o longínquo dezembro de 2017 a instalação em locais com mais de 30 mil habitantes.

O fato é que ao invés do governo ‘patrocinar’ a adoção do 4G, ele deveria agir para resolver a pilha de reclamações da telefonia celular atual, considerada ruim por usuários pois até hoje não funciona direito em várias cidades.

Gilberto Sudre

Gilberto Sudre

Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Professor do IFES e coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense.. Coordenador do Cisco Academy Support Center Ifes-ASC. Instrutor da Academia Cisco. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor da EMERJ – Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro no Curso de Aperfeiçoamento de Magistrados – Cibercrimes. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA – High Technology Crime Investigation Association. Membro do Comitê Técnico CB21/CE27 – Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas técnicas). Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Comentarista de Tecnologia da CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

8 Comentários

  1. Luiz Mendonça Filho

    Olá Gilberto, boa tarde !

    O 4G ainda demora para cidades menores. . . Mas para quem está comprando agora um Galaxy S4, por exemplo, vendido nas versões 3G e 4G (com diferença também em algumas configurações de hardware) você recomendaria já comprar a versão 4G, ou isso seria ainda um desperdício aqui para a nossa ilha ? Grande abraço.

    • Olá Luiz,

      A previsão de chegada do 4G aqui em Vitória é Abril de 2014. Se você tem necessidade real de usar o 4G sugiro que você já compre o Smartphone com este recurso. A diferença de preço das versões do S4 com e sem 4G é pequena. Só avalie se você vai realmente precisar do pacote 4G pois os preços devem chegar aqui “salgados” e a cobertura será inicialmente bem limitada.

      Um abraço

  2. De fato, a implantação do 4G ao meu ver, não passa de status por enquanto. Para a utilização são necessários inúmeros investimentos para uma pequena utilização nos dias de hoje, tendo em vista à baixa concentração de locais com a tecnologia implantada e mais uma vez, a exclusão do Espírito Santo da região Sudeste.
    Por outro lado, observa-se a utilização do 4G focando a Copa das Confederações (2013) e Copa do Mundo (2014), na quais o número de estrangeiros é relativamente alto, porém mais uma vez à um desapontamento, pois em nosso país o 4G funcionará de forma diferente, fora do padrão mundial, inutilizando dispositivos estrangeiros. De qualquer forma, há vários pontos negativos em relação à isso, como se não bastasse os problemas da atual tecnologia, mais uma problemática não fará diferença.

    • Pelo menos nosso 4G vai ser “utilizável” pelos Europeus.. já que a frequência é a mesma.

  3. UERTON

    Bom dia Gilberto! qual a previsão do 4g para Guarapari?

    • Olá Uerton,

      A previsão é que o 4G chegue ao ES até dezembro deste ano.

      Acredito que deve chegar em Guarapari logo depois.

      Um abraço

  4. UERTON

    Boa noite! Qual a diferença entre galaxy s3 nacional para o importado?

    • Olá Uerton,

      Existem várias versões do SIII (veja neste link http://en.wikipedia.org/wiki/Samsung_Galaxy_S_III#Model_variants)

      A versão comercializada no Brasil é a Internacional (as duas primeiras colunas).

      Existem algumas diferenças de capacidade de cartão de memória entre as versões americana e internacional mas em geral são muito parecidas.

      Corre um rumor de que o SIII vendido aqui no Brasil não teria o vidro reforçado Gorila Glass (que vem na versão americana) mas a Samsung afirma categoricamente que isto não é verdade.

      Um abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge