Saiba como vender o seu smartphone usado

Os celulares são uma preferência nacional. Com mais de uma linha de celular habilitada por brasileiro, 1,4 para ser mais exato, estamos entre as populações que mais usam este tipo de comunicação. Só em janeiro de 2015 quase um milhão de novas linhas foram ativadas segundo a consultoria Teleco.

Com todo este interesse os fabricantes de aparelhos também aproveitam para incentivar a troca de smartphones lançando novos modelos. O problema é, o que fazer com os aparelhos antigos? Algumas destinações são a venda para amigos e conhecidos, esquecer no fundo de uma gaveta ou o pior de todos descartar no lixo comum com o risco de contaminação do meio ambiente.

Pois um novo destino pode ser dado aos smartphones aposentados. Um site promete a recompra do seu aparelho mesmo que ele esteja com defeito. Batizado de Redial (http://www.redial.net.br/), o site diz que já comprou cerca de 500 celulares usados desde seu lançamento em setembro de 2014.

Para vender seu aparelho o procedimento é bastante simples. Acesse o site e informe o modelo do seu smartphone e se ele tem algum problema como a tela quebrada ou se a carga da bateria não dura muito. Baseado nestas informações o site faz uma oferta com o preço a ser pago pelo aparelho.

Caso você concorde com o valor basta fazer um cadastro com seus dados. O site verifica se o smartphone não é roubado e pede ao dono do celular que envie o aparelho por correio.

Segundo o Redial eles pagam até 1.600 reais pelo smartphone usado dependendo do modelo e do estado de conservação.

A empresa remove os dados armazenados na memória do smartphone, faz uma revisão e limpeza completa no aparelho comprado e até troca peças caso ele esteja com problemas. Depois disso o aparelho é colocado a venda no mesmo site.

O Redial afirma que já vendeu cerca de 300 smartphones usados por preços que chegam a 1.999 reais.

O site ainda promete a criação em breve de uma área para compra e venda de Tablets usados.

A iniciativa é interessante pois ao invés do smartphone ficar naquele fundo da gaveta ou pior, no lixo poluindo o meio ambiente ele pode render algum dinheiro para o usuário

Gilberto Sudré

Gilberto Sudre

Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Professor do IFES e coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense.. Coordenador do Cisco Academy Support Center Ifes-ASC. Instrutor da Academia Cisco. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor da EMERJ – Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro no Curso de Aperfeiçoamento de Magistrados – Cibercrimes. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA – High Technology Crime Investigation Association. Membro do Comitê Técnico CB21/CE27 – Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas técnicas). Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Comentarista de Tecnologia da CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

2 Comentários

  1. Jorge Cunha

    Parabéns pelas dicas… recentemente leve 02 celulares antigos para a manutenção e depois consegui vende-los.

    Além disso, atitudes assim ajudam a mãe natureza!! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge