TV de Plasma LCD ou LED?

Olá Gilberto. Quais são os pontos fortes e fracos das novas TVs de LED de alta definição que chegam ao mercado em comparação as já existentes TVs de LCD e Plasma? O que elas tem de melhor?

Amós – Vitória (via Internet)

Olá Amós. É verdade, agora com o lançamento das TVs de LED, fica cada vez mais difícil decidir em qual TV devemos investir nosso dinheiro. Plasma, LCD ou LED? A seguir relato características boas e não tão boas de cada tecnologia.

A tecnologia de Plasma opera com células cheias de gás que sofrem uma descarga elétrica que transformam o plasma em luz. Como pontos positivos estas TVs apresentam um excelente brilho e contraste, facilidade de assistir TV mesmo se o local onde o aparelho está instalado estiver iluminado e excelente reprodução de imagens de movimento. Como pontos negativos temos o peso, muito maior do que as outras tecnologias, e um maior consumo de energia.

As TVs de LCD são baseadas em um circuito de Cristal Liquido que pode ficar translúcido e opaco devido a pulsos elétricos. Como pontos positivos estas TVs são leves, tem um preço accessível, dispõe de muitos modelos e tamanhos grandes. Como pontos negativos temos a apresentação de rastos em imagens rápidas e baixo contraste preto x branco

Nas TVs de LED cada ponto ou pixel na tela é formado por um conjuntos de LEDs com as cores primárias (vermelho, azul e verde). Estas TVs apresentam como pontos positivos o baixo consumo (apenas 40% da energia requerida por tecnologias como o LCD), excelente brilho e nitidez e cores mais próximas ao real, Como pontos negativos elas ainda são muito caras e não estão disponíveis em tamanhos grandes.

(GS)

Gilberto Sudre

Perito e Assistente Técnico em Computação Forense. Professor do IFES e coordenador do Laboratório de Pesquisa em Segurança da Informação e Perícia Computacional Forense.. Coordenador do Cisco Academy Support Center Ifes-ASC. Instrutor da Academia Cisco. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor da EMERJ – Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro no Curso de Aperfeiçoamento de Magistrados – Cibercrimes. Membro da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses. Membro da HTCIA – High Technology Crime Investigation Association. Membro do Comitê Técnico CB21/CE27 – Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas técnicas). Membro fundador do DC5527, grupo local da Conferência Internacional de Segurança da Informação DEF CON. Comentarista de Tecnologia da CBN e TV Gazeta. Autor dos livros Antenado na Tecnologia e Redes de Computadores e co-autor dos livros Internet: O encontro de 2 Mundos, Segurança da Informação: Como se proteger no mundo Digital, Marco Civil da Internet, Processo Judicial Eletrônico e Tratado de Computação Forense.

Website: http://gilberto.sudre.com.br

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge